O krill é rico em ácidos graxos ômega-3 e possui alto teor antioxidante, fatores que contribuem para a melhora do sistema imunológico e circulatório e reduzem o colesterol.

Composição do óleo de krill

A ciência se interessa cada vez mais pela composição do óleo de krill, já que seu consumo apresenta diversos benefícios ao corpo humano, inclusive mais do que o óleo proveniente dos peixes.

Óleo de krill: benefícios

O óleo de krill é uma substância rica em ômega 3 e pode ser uma das grandes aliadas em diversas melhorias que nosso organismo necessita. Mas esse é apenas um dos benefícios do óleo de krill para a saúde de quem o consome. Conheça outras vantagens desse superalimento.

Receitas com krill

Conheça diferentes deliciosas receitas para preparar usando o krill, que é um crustáceo versátil e saboroso na culinária com pratos apetitosos e saudáveis!

O que é óleo de krill?

O óleo de krill é extraído de um crustáceo muito semelhante ao camarão, chamado krill antártico, que tem como nome científico Euphausia superba. É muito rico em ômega 3, sob forma de fosfolipídios e também contém astaxantina, um poderoso antioxidante responsável pela coloração vermelha do óleo.

O crustáceo do qual se extrai o óleo de krill é encontrado predominantemente nas águas frias do ocaeano Antártico. Na realidade, existem mais de 80 tipos de crustáceos diferentes chamados de krill e estima-se que, todos juntos, eles formem a maior massa biológica multicelular do planeta, chegando perto dos 500 milhões de toneladas!

Óleo de krill: para que serve?

O óleo de krill pode prevenir inúmeras doenças e é por conta disso que ele tem se tornado cada vez mais famoso como suplemento. Os ácidos graxos presentes nele fortalecem a saúde cardiovascular e há também componentes que auxiliam no controle de peso, equilíbrio do colesterol e até a prevenção de alguns tipos de câncer. Vamos ver com mais detalhes:

Óleo de krill emagrece

Um dos hormônios que está intimamente ligado ao controle de peso é a leptina, sintetizada pelos tecidos adiposos do organismo. Cada vez que fazemos uma refeição, o corpo libera essa substância, que tem a função de sinalizar para o cérebro que o corpo já está satisfeito.

O óleo de krill controla os níveis de leptina , mantendo essa saciedade por mais tempo. Além disso, quando a leptina está bem regulada, há maior queima dos depósitos de gordura , o que também resulta na perda de peso.

Coração saudável

Para não colocar a saúde cardiovascular em risco, é recomendado que os níveis de colesterol ruim (LDL) estejam sempre abaixo do colesterol bom (HDL). O ômega 3 é um ácido graxo que promove esse equilíbrio.

Quando ingerido nos alimentos, o ômega 3 atua reduzindo o colesterol ruim e os triglicerídeos, o que eleva o colesterol bom. Além disso, ele dilata os vasos sanguíneos, diminuindo a pressão arterial e também reduz a viscosidade do sangue. Tudo isso previne a ocorrência de doenças cardiovasculares, como infarto ou o próprio derrame.

É por isso que o ômega 3 é uma gordura boa , que deve estar presente na alimentação. Como já foi mencionado anteriormente, o óleo de krill é rico em ômega 3 .

Combate a artrite

A artrite se caracteriza por uma inflamação nas articulações, que pode provocar dores e comprometer a mobilidade de quem sofre com a doença. Um estudo feito com pessoas diagnosticadas com artrite mostrou que o consumo do óleo de krill por um período de 30 dias reduziu significativamente essa inflamação .

A mesma pesquisa também constatou que o consumo do óleo de krill diminuiu as dores e a rigidez da região afetada pela artrite.

Óleo de krill contra o câncer

Mais uma vez, o ômega 3 é a estrela! Estudos recentes têm mostrado que o ômega 3 pode prevenir e reduzir alguns tipos de tumores , como o de mama, pulmão e próstata, por exemplo, que estão entre os mais frequentes.

Nesse caso, há indícios de que esse ácido graxo inibe o processo de metástase, por meio do qual o câncer se espalha para outros órgãos, podendo chegar a um nível terminal.

Especialmente no caso do câncer de mama, o ômega 3, presente no óleo de krill, ainda atua de mais uma forma: controlando a atividade dos estrógenos, hormônios que favorecem a formação desse tipo de tumor quando estão desregulados.

Óleo de krill: onde comprar?

A versão mais comum do óleo de krill é em cápsulas. Ela pode ser encontrada em locais que vendem produtos naturais e/ou suplementos alimentares.

Óleo de krill: quanto custa?

Os preços são diversos, mas uma embalagem com 60 cápsulas de óleo de krill custa de R$ 100 a R$ 150. Para saber como tomar da maneira correta, sempre é recomendável consultar um nutricionista, mas, em geral, recomenda-se a ingestão de cápsulas antes das principais refeições do dia.

Ingerindo o óleo de krill diariamente, os benefícios logo serão notados!

Certamente isso também lhe interessará:

 

Se você gostou, não esqueça de avaliar o artigo

Avaliação: 5/5 (1 votos)
Por favor, ajude-nos a compartilhar esta página em suas redes sociais para que possamos alcançar mais pessoas que precisam de nossa ajuda nesses temas. Você só precisa clicar em um dos botões abaixo. Obrigado!

Participa, deixe seu comentário